Quais são os riscos?

 

Muitos abortos ilegais são perigosos e praticados sem a informação necessária, o que resulta em infecções ou outras complicações. Devido às mulheres temerem frequentemente a ida ao hospital, os tratamentos tomam lugar tarde demais.

É importante seguir cuidadosamente nossas instrucções e procurar conselhos médicos o mais rápido possível no caso que pensa sofrer uma complicação.

Abaixo apresentam-se as complicações possíveis, os seus sintomas e o seu tratamento:

Hemorragia muito forte.

  • Sintomas: sangramento que dura mais de 2 horas e ensopa mais de 2 pensos higiénicos maxi por hora. Sentir-se tonta ou com a cabeça “esquisita" pode ser um sinal de demasiada perda de sangue. Isto é perigoso para a sua saúde e deve ser tratado por um médico.
  • Tratamento: aspiração por vácuo (curetagem)

Aborto incompleto

  • Sintomas: hemorragia forte ou persistente e/ou dor intensa e persistente
  • Tratamento: aspiração por vácuo (curetagem)

Infecção

  • Sintomas: se tiver febre (mais que 38ºC) durante mais de 24 horas, ou se tiver febre de 39ºC ou mais, pode haver uma infecção que precisa ser tratada.
  • Tratamento: antibióticos e/ou aspiração por vácuo.

Se pensa que pode ter uma complicação, deve consultar um médico imediatamente. Se viver num país onde o aborto é considerado crime e não tiver um médico de confiança, pode mesmo assim aceder a cuidados médicos. Não tem de dizer a equipe médica que tentou induzir um aborto; pode dizer-lhes que teve um aborto espontâneo. Os medicos têm a obrigação de ajudar em todos os casos. Os sintomas são exactamente os mesmos e o médico não conseguirá ver ou testar qualquer evidência de um aborto medicinal.