Women on Waves apresentou oficialmente um pedido de autorização de entrada no porto da Figueira da Foz

 

De acordo com os procedimentos normais, hoje (27-08-04), a Women on Waves apresentou oficialmente um pedido de autorização de entrada no porto da Figueira da Foz. Dentro da União Europeia, o pedido de autorização de entrada é apenas uma
formalidade.

Geralmente, o capitão do barco, quando chega a águas nacionais, entra em contacto com o porto para pedir autorização de entrada e a resposta é dada imediatamente. O barco da Women on Waves chama-se Borndiep e está oficialmente registado como um barco comercial perante a Inspecção de Navegação Holandesa. Antes de sair da Holanda, o barco foi inspeccionado pelas autoridades holandesas e
obteve permissão para navegar rumo a Portugal. O barco Borndiep obedece a todas as regulamentações internacionais e tem toda a sua documentação em ordem. A Women on Waves já navegou antes para a Irlanda e para a Polónia e nunca foi negada a entrada do seu barco em qualquer porto. De acordo com as convenções e legislação nacional e internacional todos os barcos comerciais têm direito à passagem inofensiva e à entrada nos portos.
O barco está agora aproximadamente a 200 milhas do porto da Corunha.
A Women on Waves espera uma resposta das autoridades locais amanhã, mas prevê que toda a regulamentação nacional e internacional será respeitada.